Importância do consumo de leite e derivados e sua relação com o esporte

A prática de exercícios físicos deve estar associada a uma orientação alimentar saudável e equilibrada, tanto para um controle do peso quanto para um bom desempenho nas atividades esportivas realizadas. O tipo de alimentação e a estrutura dos hábitos alimentares influenciam as condições que seu organismo reagirá frente a um determinado treino, e até mesmo, nos resultados obtidos frente aos seus objetivos.

O leite é, sem dúvida nenhuma, um alimento de extrema importância para o desenvolvimento humano. O exercício físico e a ingestão de produtos lácteos são a base da prevenção da osteoporose. Estes são hábitos saudáveis que devem continuar durante toda a vida. O pico da massa óssea atinge-se entre os 20 e os 30 anos, por isso estes períodos da vida são muito importantes para se ganhar toda a reserva óssea que for possível.

A perda de peso principalmente para os indivíduos com sobrepeso e obesidade pode trazer benéficos à saúde, mas a composição corporal adequada: percentual de gordura e massa magra pode, até, ser mais importante. Um estudo realizado analisou como que a prática de exercício físico associada a uma dieta baixa em calorias com variação na quantidade de proteína e cálcio proveniente de produtos lácteos atua na perda de peso e na alteração da composição corporal.

As proteínas do soro do leite, também conhecidas como whey protein, são extraídas durante o processo de fabricação do queijo. Possuem alto valor nutricional, contendo alto teor de aminoácidos essenciais, principalmente ricas em leucina, que estimulam a síntese proteica, e também apresentam alto teor de cálcio.

Pesquisas recentes demonstram sua grande aplicabilidade no esporte, com possíveis efeitos sobre o ganho de massa muscular esquelética, redução da gordura corporal, assim como na modulação da distribuição de gordura corporal, e melhora do desempenho físico.

Considerando também que o exercício físico intenso causa quebra de proteínas e isso em excesso pode baixar as defesas do organismo, e que as proteínas do soro do leite agem estimulando o sistema imune, são antioxidantes e elas impedem essa quebra devido à sua rápida digestão, é de se esperar que sua ação seja benéfica ao organismo antes e após os exercícios.

Estudos envolvendo a análise de seus benefícios dizem que o alto valor de cálcio gera benefícios para a nossa saúde. Entre esses possíveis benefícios destacam-se a redução da pressão arterial, poder antimicrobiano, alto poder antioxidante, redução do colesterol além de uma melhora no humor, devido a favorecer a produção de serotonina.


Referências:
• Fabiano Kenji Haraguchi Et Al. Proteínas do Soro do Leite: Composição, Propriedades Nutricionais, Aplicações no Esporte e Benefícios para a Saúde Humana.

Renata Boscaini David
Consultora Científico-Nutricional
IPGS – Instituto de Pesquisas, Ensino e Gestão em Saúde