Os prejuízos da falta de cálcio na alimentação

Sabe-se que um dos fatores ambientais de maior relevância para a sapuda do osso é o teor de cálcio ingerido diariamente. Na infância, o cálcio é necessário para o crescimento ósseo adequado. Como o leite e outros produtos lácteos são as fontes principais do elemento, as crianças que não os consomem, ou os ingerem em quantidades limitadas, estão em risco de deficiência de cálcio. Na gestação ocorrem mudanças no metabolismo de cálcio que favorecem a transferência deste elemento para o bebê, incluindo alterações nos hormônios reguladores do elemento, assim o consumo deve ser priorizado e aumentado. Outra faixa etária que deve ter o consumo diário de cálcio é na menopausa e envelhecimento, pois a absorção desse nutriente declina com o passar da idade, podendo ser causa de osteoporose com facilidade.


Teor de Cálcio nos alimentos:

O cálcio é encontrado em maiores ou menores concentrações, dependendo do alimento analisado, sendo, geralmente, mais abundante e biodisponível no leite bovino e derivados. Com a mudança dos costumes e necessidades da população (com pessoas optando por dietas vegetarianas exclusivas, por exemplo), bem com o avanço da medicina em diagnosticas e tratar pacientes com distúrbios como a intolerância à lactose ou a alergia à proteína do leite de vaca, o estudo de outras fontes biodisponíveis de cálcio tornou-se necessário.

Embora alguns alimentos tenham teores razoáveis de cálcio, sabemos que a absorção em alimentos de origem vegetal é de apenas 40%.

Desta forma, é ideal o consumo de leites e derivados de origem animal.


Veja tabela da quantidade aproximada de cálcio de alguns alimentos:


Veja a tabela de quanto deve ser o consumo:


Alguns problemas da falta de cálcio:

Osteoporose
Ossos ficam porosos, ou seja, a estrutura fica cada vez mais fraca; com a perda de cálcio, a fragilidade dos ossos é crítica e qualquer tipo de fratura pode ocorrer facilmente.

Osteopenia
Caracterizada pela pouca quantidade de cálcio nos ossos, indicando que ainda não há osteoporose, porém são valores de cálcio no limite do osso.

Aumento de peso
Alguns estudos relacionam que pessoas que têm baixo consumo de cálcio podem ter chances maiores de aumento de peso.


Diante dessas informações, consuma diariamente 3 a 4 porções de leite e derivados por dia, segundo recomendações do Ministério da Saúde.

A Santa Clara oferece uma linha completa desses alimentos para fazer parte de seu dia a dia e torná-lo saudável e saboroso.



Referências:
Biblioteca virtual em saúde- BVS. O impacto de um biscoito fortificado com cálcio sobre o estado nutricional e densidade mineral óssea em adolescentes
Revista de Nutrição, jan/mar 2004. Efeitos da suplementação e da fortificação de alimentos sobre a biodisponibilidade de minerais.
Fairweather-Tait SJ, Teucher B. Caulcium bioavailability in relation to bone health. Int J Vitam. Nutr res 2002; 72(1):13-18
Cashman KD. Calcium intake, calcium bioavaliability and bone health. Br k Nutr 2002; 87(S2): S169-77.

Nutricionista Renata Boscaini David
IPGS – Instituto de pesquisas, ensino e Gestão em Saúde